As 3 Técnicas Mais Usadas para Proteger o Jaleco nos Deslocamentos na Rua


Como evitar que o jaleco fique sujo e amassado nos deslocamentos na rua? Esse é um problema antigo para quem é da área da saúde. Se você é daquelas pessoas que se preocupam com a higiene do jaleco, temos uma boa notícia para você: descobrimos os segredos para ajudar o seu jaleco a chegar branco e desamassado no trabalho ou na aula. E vamos revelá-los logo abaixo.  

Por que é tão difícil transportar o jaleco sem sujar ou amassar?

Na teoria, é simples resolver o problema de transportar o jaleco na rua: "Só guardar na bolsa ou na mochila". Na prática, nem tanto. Não é tão fácil encontrar um bom jeito de transportar o jaleco na rua. Se colocamos ele diretamente na bolsa ou na mochila, corremos o risco de tirá-lo todo amassado e cheio de sujeira para vestir. Ou ainda pior: ele pode sair com uma mancha por ter se encostado em algum outro material solto, como uma caneta ou um esmalte.

Se escolhemos utilizar uma outra bolsa ou mochila exclusiva para o jaleco, temos o inconveniente de carregar 2 bolsas ou 2 mochilas de uma vez só. E ainda é preciso lavá-la com frequência para garantir a higiene do jaleco. O que geralmente não é fácil (quando foi a última vez que você deu um banho na sua bolsa/mochila preferida?).

Como transportar o jaleco de casa para o trabalho?Como transportar o jaleco de casa para o trabalho sem sujar ou amassar?

 

A verdade é que você precisa de um local adequado para colocar o jaleco nos deslocamentos de casa para o ambiente de trabalho (ou estudo) e do ambiente de trabalho (ou estudo) para casa. Este "Porta-Jaleco" precisa ter 3 características básicas: 

  1. Caber na bolsa ou na mochila: é necessário que ele possa ser carregado dentro da bolsa ou da mochila, facilitando o seu uso no dia a dia.
  2. Proteger da sujeira de fora: é preciso que proteja bem o jaleco das impurezas que estão no meio externo
  3. Ser fácil de lavar: é importante que ele seja facilmente lavável, para garantir que o jaleco sempre entrará e sairá limpinho dele

Como proteger o jaleco no deslocamento de casa para o trabalhoAs 3 características do "Porta-Jaleco" ideal: servir na bolsa ou na mochila, proteger da sujeira e ser lavável

As 3 TÉCNICAS que descobrimos: saco para sapatos, sacola plástica ou contratar uma costureira 

Conversamos com profissionais e estudantes da saúde como você para descobrir o que elas utilizavam como "Porta-Jaleco". Os itens mais citados foram o saco para sapatos, a sacola plástica e contratar uma costureira para fazer um "Porta-Jaleco" sob medida:

  1. TÉCNICA 1 "O Saco para sapatos": o saco para sapatos é bastante maleável e consegue proteger bem o jaleco dentro da bolsa ou da mochila. O principal contra é que ele fica "encardido" facilmente e lavá-lo não ajuda muito, o que torna-o pouco higiênico.
  2. TÉCNICA 2  "A Sacola plástica": a sacola plástica é uma opção fácil. Apesar de não proteger tão bem o jaleco da sujeira de fora, ela pode ser trocada frequentemente — o que garante mais higiene.
  3. TÉCNICA 3  "Contratar uma costureira": o "Porta-Jaleco" feito por uma costureira é a melhor opção que encontramos. Ele atende os 3 quesitos necessários: cabe na bolsa e mochila, protege da sujeira de fora e é facilmente lavável. Caso você escolha esta opção, recomendamos que você use um tamanho de cerca de 28cm x 28cm e peça para a costureira utilizar um tecido externo de alta qualidade e um forro para ajudar a proteger o seu jaleco da sujeira! (aliás, se você não tiver tempo de falar com uma costureira podemos arranjar um desses fácil fácil pra você)   

Temos certeza que uma dessas opções irá ajudar você a ter o jaleco ainda mais branquinho e desamassado neste ano.

Saco para sapatos, Sacola plástica ou Feito por Costureira

Sempre é bom lembrar: não saia na rua vestindo o seu jaleco branco

A primeira atitude para ter um jaleco limpo e desamassado é não sair por aí de jaleco na rua. Fazendo isso, além de se apresentar com o jaleco com uma aparência suja e amassada — o que é péssimo .

A própria OMS (Organização Mundial de Saúde) indica que o uso do jaleco deve se dar exclusivamente nas unidades de saúde. Porém, o que vemos no dia a dia são jalecos nas ruas, em restaurantes, ônibus e etc. Essa questão é tão discutida que até mesmo o Fantástico (programa da Rede Globo) realizou uma reportagem com o Biomédico Roberto Figueiredo (Dr. Bactéria/MICROBIOTÉCNICA) falando sobre os riscos de andar de jaleco na rua.  Existem muitas matérias, recomendações e artigos (só buscar no Google) repetindo a mesma mensagem: não use jaleco na rua. 

VÍDEO: [Rede Globo] Programa Fantástico "Os riscos de andar de jaleco na rua" 

Abraços,
Gerson Azevedo


Comente sobre esta postagem (3 comentários)

  • Ornella disse...

    O PJ foi o presente mais útil que eu ganhei do meu namorado. Eu consigo colocar não só o jaleco passado e dobrado, como também o esteto, papéis, caneta e até o esfigmo. Ele fica protegido e limpo. Parabéns pra quem inventou, produto super necessário pra quem usa jaleco!

    06 de Janeiro de 2016

  • Gerson do Porta-Jaleco disse...

    Claro, Fabiana! É só acessar https://www.facebook.com/portajaleco/.

    Grande abraço!
    Gerson do Porta-Jaleco

    06 de Janeiro de 2016

  • Fabiana Lima disse...

    Porta-Jaleco, vocês tem facebook? Queria tirar algumas dúvidas com vocês.

    06 de Janeiro de 2016

Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados